domingo, 26 de dezembro de 2010

capitulo 7



quando olhei a ligação, levei um tremendo susto, não acreditava em quem estava ligando para mim..., bom quando eu vi o nome da nessa no meu celular, eu começei a corar(ficar vermelho), eu começei a tremer, e concerteza eu iria gaguejar, aii que droga, eu tinha que me livrar disso de todo jeito, mais não sabia como, então eu peguei o celular e começei a transpirar feito louco, e disse com a voz trêmula:


aaa..lo...- eu disse gaguejando e tremendo ao mesmo tempo, ainda não conseguia acreditar que era a nessa que estava falando comigo..


oiii zac, eu te acordei, me desculpa-ela disse com uma voz intusiasmada.


Não nessa, claro que não, eu ja tava acordado-oo mentira, é claro que ela me acordou,mais eu não iria dizer isso pra ela né? era meio que deselegante, sem falar que eu iria deixar completamente sem graça e com vergonha de mim, ja bastava eu com vergonha, não precisava de ninguem mais para me acompanhar nisso.


aa que bom então zac, eim, amei o jeito que você me chamou agora, obrigado- a nessa disse com a voz exitante.


ooooo céus, eu deixei escapar o apelido como eu a chamava na minha mente, então eu senti que eu estava corando, e minhas bochechas não estavam mais vermelhas e sim roxas, ai meu Deus, eu iria gaguejar e não sabia o que eu iria fazer:


aa...é... sim.. de nada- eu disse gaguejando sem parar, acho que ela não entendeu uma palavra do que eu acabará de dizer,ai eu não consegui esconder para mim mesmo que eu estava chamando ela de nessa, a que coisa, deixei escapar uma coisa tao seria dessas(sim, naquela época, tudo para mim era uma tempestade em um copo d`agua), então a nessa me chamou no celular, interrompendo meu blá blá blá interno:


- zac? ta tudo bem?- a nessa perguntou.

-aa..oii, desculpa, tudo bem sim, é que a ligaçao esta ruim- inventei rapidamente uma desculpa para ela não desconfiar do meu blá blá blá interno

-amanha é o interro da minha mãe.

-poxa nessa..sinro muito- eu disse a nessa com um pouco de lagrimas nos olhos

-é.., você quer ir comigo ao velorio da minha mãe?- ela me perguntou

-é claro nessa, pode contar comigo, depois agente aproveita e sai um pouco,e se conheçe melhor-eu disse com as bochechas vermelhas, ainda bem que ela não podia me ver, eu pensei

-onde vamos nos encontrar? a nessa disse.

-sabe onde fica a lanchonete Brazilian FOX? eu indaguei

-seii, sim

-podemos nos encontrar lá?

-claro

bom, entao ate amanhã- nessa disse

até.. ei nessa.. vo ta aqui do seu lado sempre que precisar- eu disse sentindo as minhas bochecas ficarem coradas

-brigada zac,que bom que eu te conheçi,logo agora nesse momento da minha vida

- aa que isso nessa- eu disse completamente corado e com a voz tremula

-xau- a nessa disse

-xau, ate amanha- eu falei

-ate

entao a nessa desligou, e eu nao sabia que estava chorando ate sentir a minha lagrima escorrer ate o canto da minha boca, desde moleque eu nunca acreditei nessa história de amor a primeira vista,mais realmente eu estava começando a acreditar.Não demorou muito para eu levantar, tomar um bom banho, e sair para comprar umas coisas que estavam faltando lá em casa. Fui ao supermercado, comprei tudo o que estava precisando, e no caminho de volta para casa eu reencontrei um velho amigo, que voltou de uma longa que ele fizera a 2 anos para a Europa.
-eeeeeeeeeeiiiii- eu gritei no meio da rua.
o meu amigo nem deu bola, porque de certo ele não tinha me reconheçido.
-leo? gritei novamente
ele rapidamente se virou e ficou me encarando. será que ele tinha me reconheçido?
-zac, amigo, que saudades.tudo bem?
- oii amigo eu disse, muitas saudades de você. tudo bem sim e você?
-tudo bem tambem- o leo disse.
Eu convidei o leo a ir até a minha casa, e ficamos lá por um bom tempo,conversamos, rimos e ate falei da nessa para ele. Ele ficou impressionado do jeito que eu estava falando dela, dos olhos, da doçura, de como eu ficava corado ao vê-la.. mais uma vez, eu estava falando sozinho comigo mesmo, ate ser interrompido por leo:
-zac? posso te dizer uma coisa sobre essa garota?
eu realmente fiquei sem chão quando ele falou,será que eu tinha deixado escapar alguma coisa que eu estava pensando? mais nao era nada disso, na verdade eu fiquei bem aliviado com o que ele me disse...
continua...

3 comentários:

  1. aaaaaaah amiga para de parar nessas paartes que me deixam cuuriosaa !!
    kkkk toma jeito e para de me deixa aqui morreno de cuuriosidade
    posta logo amiga
    beeijos
    te amo CDF

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, a naooo amg, se não fica sem graça,kkkk, tava um pouco sem criatividade hj,kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. te amo tbm esqueçi de dizer CDF kkkkkkkkk

    ResponderExcluir